Favoritos do Mês - Janeiro

Por Isadora Xavier - fevereiro 03, 2018

Minha gente...fim de Janeiro, é isso mesmo? Vamos com calma né 2018...haha. Esse mês foi bem tranquilo, então deu pra pesquisar e descobrir coisas bem legais que estão rolando por aí na internet. Aqui vão algumas coisinhas que fizeram Janeiro ser um amor de mês <3

Red Velvet fazendo comeback com o MV de "Bad Boy"


Eu nunca fui muito fã do Red Velvet, até ouvia uma ou duas músicas delas, mas esse comeback delas, eu tô sem palavras, elas estão lindas, os looks estão muito maravilhosos, e essa música? Adorei a batida, os vocais, a coreografia (que por acaso já estou providenciando aprender), enfim eu amo tudo sobre essa volta do grupo. A musica faz parte do repackage album "The Perfect Red Velvet", que tá muito mara também.

Minha parceria com o blog  da Gisiele Pimel



Além de ser uma blogueira e  youtuber maravilhosa, a Gi é minha amiga faz muito tempo e esse mês fechamos essa parceria com muito amor e apoio envolvido. Eu estou fazendo as miniaturas dos vídeos e fiz a capa do canal dela, e vale muito a pena conferir o conteúdo tanto do seu blog quanto o do canal, muita coisa legal e interessante, vão lá dar uma moral, que ela merece!

Olhar em Marte, um blog amorzinho


Sabe aquele blog que você bate o olho e já ama? Então, o blog da Rafaela é um desses blogs. Eu me identifiquei muito com o conteúdo dela. Tem resenhas de doramas, k-pop, dicas de estudo, Instagram, e muitas outras coisas que vocês só vão saber o que são se derem uma olhada no blog dela, vale muito a pena, clique aqui para acessá-lo.

O canal Elan Creative Co


Este último aqui é uma mistura de favorito do mês com aquela dica massa. No tempo livre eu gosto de procurar tutoriais de Photoshop para tentar e me aperfeiçoar, eis que um dia eu me deparei com o canal da Cristina que tem alguns tutoriais tanto para Photoshop quanto Illustrator, muito úteis para blogueiros, inclusive. O canal é gringo, mas acho que mesmo se você entender um pouquinho de inglês, você consegue compreender o que é instruído nos vídeos, neste acima, a Cristina ensina a como fazer um fundo de bolinhas, bem legal e versátil, então se você gosta de tutoriais deste tipo, vale o clique <3

E então, gostaram do post? Quais foram os favoritos do mês de vocês? Me contem tudo nos comentários que eu quero saber ,bem, é hora de dizer tchau, um beijo enorme no coração de vocês !


  • Compartilhe:

O Lado Bom de Ter Escolhido a Faculdade Errada

Por Isadora Xavier - janeiro 25, 2018
Imagem: a autora

Dos meus 12 aos 16 anos, eu fui uma adolescente que amava escrever histórias e textos, e por isso na minha cabeça sempre achei que tinha nascido para fazer jornalismo. Embora eu não fosse muito comunicativa, nunca levava esse detalhe em consideração, só conseguia pensar que um dia eu ia trabalhar escrevendo matérias naquela redação maravilhosa da Capricho. Então, lá no final de 2013, conclui meu ensino médio, no ano seguinte fiz cursinho pré-vestibular e em 2015 eu passei na "tão sonhada faculdade de jornalismo". 
O primeiro semestre começou, o tempo foi passando e eu comecei a me sentir deslocada em relação ao ambiente, a todos aqueles estudantes que aparentavam ter tanta certeza de que era aquilo que eles queriam para as suas vidas, me sentindo  estranha à medida que eu ia assistindo as aulas, acompanhando o conteúdo (ou tentando), me deparando com os trabalhos que tínhamos que fazer, e que me deixavam apavorada diga-se de passagem já que eu nunca gostei de falar em público, que dirá ter entrevistas e reportagens como atividade curricular. Comecei a me questionar e a me perguntar o que eu estava fazendo ali. Mas ainda assim com todo o desconforto resolvi tentar fazer o segundo semestre com a esperança de que tudo podia melhorar, mas não melhorou, eu tinha chegado no meu limite, não queria fazer aquilo e acabei largando a faculdade no meio do semestre. 
No início eu fiquei meio sem chão, achei que tinha feito uma besteira gigante, e com o passar do tempo a sensação de inutilidade e frustração me corroíam todos os dias, já que eu estava tentando arrumar emprego sem sucesso e ver pessoas mais jovens do que eu e da minha idade trabalhando em seus projetos, estudando, trabalhando  ou alcançando seus objetivos, sempre me fazia sentir atrasada, um sentimento chamado "está ficando tarde demais". Eu comecei a ser imediatista, queria encontrar logo a resolução para o meu problema, embora minha mãe nunca tenha me pressionado em relação à vida universitária eu sentia que tinha que deixá-la orgulhosa de algum jeito e para que isso e o fato das pessoas me questionarem sobre faculdade finalmente cessasse e parasse de me incomodar, até tentei entrar em outra faculdade que  não tinha nada a ver comigo.
Mas é justamente o fato de o tempo passar que ele é mestre em dar respostas para tudo e eu comecei a entender o porquê de eu querer fazer uma faculdade logo: eu não queria mais me sentir retardatária,  eu não queria mais sofrer a consequência do não cumprimento de um ciclo  (ensino médio, cursinho, faculdade, formatura, ter uma carreira profissional brilhante ainda na faixa dos 20), ciclo esse que eu tinha idealizado na minha cabeça por tanto tempo.
A verdade mesmo é aquele ciclo não era o meu, que eu, você e todo mundo, tem seu próprio tempo para viver as coisas, tudo acontece por algum motivo, às vezes para que haja mudanças, às vezes para que não haja nenhuma, o que quero dizer é se você está começando a fazer faculdade aos 27, se formando aos 40, tendo seu primeiro emprego aos 22 ou aos 15 anos, ou se largou a faculdade para fazer a que deseja ou  até mesmo se dedicar a outra coisa, está tudo bem, você está na hora certa, no tempo certo, nem adiantado, nem atrasado, sempre estamos nos descobrindo, nós criamos, transformamos e vivemos o nosso próprio ciclo ou pelo menos poderia ser assim e essa é a graça de viver um. Agora em pleno 2018, posso dizer que se Deus quiser estou a caminho da minha faculdade de design gráfico, me descobri uma amante da área, à qual tenho uma grande afeição, nada comparado ao que eu sentia em relação a jornalismo. E pra concluir esse textão, desejo a você que o leu até aqui, que seja muito feliz vivendo o seu ciclo, as suas metamorfoses e as suas escolhas sejam elas quais forem. 
  • Compartilhe:

Meu Material Escolar 2018

Por Isadora Xavier - janeiro 13, 2018

Uma das coisas pelas quais eu estou empolgada esse ano é o fato de que vou fazer o cursinho online do Descomplica. Eu já havia feito o curso ano passado, mas como eu já havia citado neste post, eu não estava bem psicologicamente, então não pude render tanto quanto eu queria e fazer uma boa prova no Enem. Uma das metas que almejo alcançar e manter esse ano é ser uma pessoa mais organizada, então decidi vou começar a colocá-la em prática no quesito estudos, eu estou realmente disposta a fazer dar certo. Mas bem, para não enrolar tanto, vamos direto ao assunto do post de hoje que nada mais é sobre o material escolar que eu vou usar este ano, do qual, vale ressaltar, estou amando muito.


Quando eu me deparei com esse caderno com estampa de flamingo peguei logo, antes que alguém pegasse porque ele era o último da loja com essa capa haha. Além de bonito ele é exatamente o que eu queria, porque ele é grande (ele tem 20 matérias) e as folhas são básicas (não gosto muito de desenhinhos nas folhas ), estou bem satisfeita. O segundo item é o meu bullet journal que eu já uso faz algum tempo para me organizar, então permanecerá comigo em 2018.


Dos marca-textos eu só comprei o amarelo e o verde, os outros eu já tinha, gosto de usar para destacar partes importantes nas apostilas de estudo. Para fazer anotações e títulos no meu caderno e escrever no meu bullet journal eu comprei uma Compactor preta básica, uma Fine Pen da Faber Castell e uma lapiseira da BRW. Comprei também esse estojo bem bonitinho e a fita corretiva, a borracha eu já tinha, inclusive usei ela ano passado (a bicha é bem boa) e por fim, as minhas canetas Crayola Supertips que pretendo usar muito nos meus resumos.

Gostaram do post? Espero que sim, me digam o que acharam nos comentários, vou gostar de saber <3 Antes que eu me esqueça de dizer: recentemente eu criei um studygram, então se quiserem seguir é só clicar aqui. Por hoje é só babes, um beijo enorme no coração de vocês!
  • Compartilhe:

SEJA BEM VINDO 2018!

Por Isadora Xavier - janeiro 02, 2018

Se me pedissem para descrever o ano de 2017 eu diria que ele foi um céu e inferno ao mesmo tempo. Sim, no início do bendito, passei por problemas psicológicos que me levaram a começar a fazer uma terapia, da qual já estou frequento faz uns 5 meses mais ou menos. Graças a ela, estou aprendendo a lidar comigo mesma, a me julgar menos e a me colocar menos para baixo. Encarar fantasmas dentro de si mesmo nunca é fácil, não está sendo fácil, pode doer um pouco, assustar um pouco, mas ao mesmo tempo que a dor e o medo estavam e ainda estão ali, a esperança de dias melhores e de que eu posso me superar, também está, e é nela que eu me agarro para este ano de 2018.

Ainda tenho muitas dúvidas, medos, ainda hesito muito, me questiono sobre coisas que acho que não deveria, mas esperança está lá, me dando toque, me fazendo acreditar que ainda vou encontrar o que eu tanto procuro, que a minha jornada de auto conhecimento só está começando, que eu ainda vou me encontrar.
Aprendi que muitas vezes a esperança e a atitude trabalham lado a lado, por isso em 2018 quero ser menos medrosa em relação à vida, me jogar mais e me pressionar menos, a me abrir mais ao invés de me aprisionar, a viver mais e pensar menos, porque às vezes é chato se atormentar pensando em algo que você acha  que pode fazer ou não e continuar presa no seu próprio mundo, sem tirar a prova dos nove. Quero viver meu próprio tempo, me dar o tempo de me conhecer, de saber quem sou, de me ENXERGAR e me permitir ter dias e momentos felizes, ao invés de entrar numa corrida incessante em busca da felicidade.
Eu desejo do fundo do meu coração que 2018 seja lindo para vocês, desejo o amor, a paz, a saúde, que vivam os momentos grandes e pequenos de felicidade, que encontrem o que estão procurando, seja isso interna ou externamente, e que vivam muito a vida ao lado das pessoas que vocês amam, é isto, um beijo enorme no coração de vocês ❤️
  • Compartilhe:

5 Sites Úteis Para Quem Quer Aprender Inglês

Por Isadora Xavier - dezembro 10, 2017

Primeiramente vou começar dando um OII bem mara para vocês, porque depois de ficar 4 meses sem postar é indelicadeza não cumprimentar, então, tudo bem com vocês? Espero que sim! Nossa, estava com muitas saudades de blogar, e como estava me preparando para o Enem não tinha tempo, mas agora que me libertei, aqui estou de novamente \o/ Agora que o Enem passou, resolvi me dedicar a aprender os idiomas que eu gosto: inglês e coreano, e para vocês que se assim como eu estão começando a aprender inglês ou já estão aprendendo o idioma e procuram material e informação para estudar, listo aqui 5 links úteis que eu espero de coração que ajudem no estudo e progresso de vocês.

Inglês Na Ponta da Língua

Quando eu estava perdida sem saber o que estudar, sem saber como começar, foi este blog que me salvou, o autor desse blog é o professor Denilso de Lima  e ele cessou todas as minhas dúvidas sobre como estudar gramática inglesa. O blog tem muitas dicas de gramática, de vocabulário, além de dicas de como melhorar seu listening, reading, speaking e writing tem muita informação, vale a pena dar uma olhada.

Duolingo

Muita gente já conhece e estuda pelo Duolingo, mas caso não conheça, aqui está. Eu adoro o aplicativo e aprendo muito com ele. De acordo com o seu nível de fluência em inglês,o app disponibiliza lições que estimulam a escrita e a pronúncia e à medida que o seu desempenho e aprendizado aumentam você sobe de nível e  ele vai desbloqueando mais para lições para você fazer. Para baixar o Duolingo clique aqui.

Better at English

Este site tem podcasts disponíveis para download, ou seja você pode baixar e ouvir em qualquer lugar, o que eu gosto mesmo nesse site é que as conversações disponíveis nos podcasts são mais realistas, são conversas que as pessoas têm no dia-a-dia sobre x assunto, além disso cada podcast vem com sua respectiva transcrição, para você ir lendo e acompanhando o que está sendo dito nas conversações.

Canal Mairo Vergara

O Mairo é professor de inglês e dá várias dicas de gramática, vocabulário, estudo, de forma divertida, diria que dá pra tirar bastantes dúvidas com o conteúdo do canal dele, recomendo.

TED Talks

TED é uma série de conferências realizadas em 4 continentes com palestras sobre vários assuntos. Os vídeos têm legenda em português e inglês. Recentemente eu baixei o aplicativo do TED no meu celular, adoro assistir as palestras, desenvolver o meu listening e consequentemente melhorar o meu speaking, recomendo muito


Espero que vocês tenham gostado e que o post seja útil para vocês. Se você estuda inglês e tem algum link de utilidade pública que por acaso não foi mencionado, coloca nos comentários. Me diz também o que achou do post, seu feedback é importante para mim e só assim eu vou saber se vocês querem mais posts como este aqui no blog, ok? Ah e antes que eu me esqueça, agora eu tenho um studygram, onde mostro a minha rotina estudando inglês e coreano.  Por hoje é só, um beijo grande no coração de vocês ❤️

  • Compartilhe:

Wishlist Literária: Livros Para Ler Até o Final do Ano

Por Isadora Xavier - julho 17, 2017
No início do ano estabeleci a meta de ler mais livros do que o ano passado, porém as tarefas diárias e a vida de vestibulanda, me mantiveram ocupada e só estou começando a ler o primeiro livro do ano agora. Apesar de eu ainda estar estudando, consegui abrir uma brechinha no cronograma para a minha vida de leitora, o que acabou me dando ânimo para ler mais livros depois que eu terminar "Quem é Você Alasca?" do Jonh Green, que por acaso até onde eu li é ótimo. Eis aqui alguns títulos que me interessam e que com fé, vou terminar de ler sem dar fail haha


1. Cidades de Papel (John Green)

Estou gostando bastante de ler "Quem é Você Alasca?", o que me despertou a curiosidade para ler os outros livros do autor, então provavelmente a próxima leitura será essa.

Sinopse - "Quentin Jacobsen tem uma paixão platônica pela magnífica vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman. Até que um cinco de maio que poderia ter sido outro dia qualquer, ela invade a janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita.
 Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola e então descobre que o paradeiro da sempre enigmática Margo é agora um mistério. No entanto, ele logo encontra pistas e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele achava que conhecia."


2. Tudo, Tudo... E Nós (Nicola Yoon)

Eu me interessei pela história do livro, a partir do trailer do filme inspirado nele e também porque eu ouvi de outras pessoas que ele é maravilhoso, então quero tirar as minhas conclusões sobre ele, mas acho que vou gostar, é o tipo de história que me agrada bastante.

Sinopse - "Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa. Nunca saí em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla. 
Eu estava acostumada com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. 
Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre."


3. Over The Rainbow (Milly Lacombe, Lorelay Fox, Renato Plotegher Jr.,  Maicon Santini, Eduardo Bressanim)

O livro é uma releitura LGBT dos famosos contos de fadas. Uns dizem que é mara, outros nem tanto, mas estou curiosa para ler, acho que pode ser outra perspectiva, anos luz diferente daquela à qual eu sempre fui acostumada a ler e assistir desde pequena.

Sinopse - "E se a Cinderela se apaixonasse por uma garota, e não por um príncipe encantado? Ou se os irmãos João e Maria, homossexuais assumidos, enfrentassem a ira de uma madrasta religiosa que só pensa em curá-los? Ou, ainda, se a Branca de Neve, abandonada numa cidade bem distante de sua terra natal, fosse acolhida por... sete travestis?

Pois pare de imaginar se os contos de fadas fossem revisitados e recebessem uma roupagem LBGTT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). Abra este livro e confira as clássicas histórias da infância de milhões de pessoas contadas sob a ótica de cinco autores que fazem parte desse universo, representado pelas cores do arco-íris. Ou melhor, contos de fadxs, como reza a nova norma de gêneros."


4. O Livro do Amor (Regina Navarro)

Esse aqui foi a minha psicóloga que me indicou, gosto de livros que causem uma reflexão plausível na minha vida e acho que este pode me trazer várias em relação ao amor, algo tão simples e que se rotula tanto.

Sinopse - "Uma longa viagem no tempo revela-nos como as noções ocidentais sobre o amor, o desejo, a sexualidade e o casamento se alteraram profundamente da Pré-História até o século XVII. Distrações ou aflições para os gregos da Antiguidade Clássica, questões repudiadas pelos primeiros cristãos, assuntos do demônio e temas idealizados pelos trovadores na Idade Média, sujeitos a intensa repressão durante a Renascença, as reações de cada época às práticas amorosas deixam marcas profundas ainda em nossos dias."


E então gostaram do post? Espero que sim e fique sabendo que o seu feedback é muito importante para mim. Diz aí nos comentários, quais livros vocês estão loucos para ler, ou se já leram algum que esteja na wishlist e o que acharam dele, vou gostar muito de saber. E por hoje é só gente fofa, beijão no coração de vocês!

  • Compartilhe:

Playlist do Mês - Maio

Por Isadora Xavier - junho 07, 2017

Se tem uma coisa que eu não vivo sem, essa coisa é música, e como no mês de maio eu andei ouvindo bastante coisa nova, resolvi elaborar esta playlist com as músicas que eu mais tenho escutado no momento. E só pra não deixar passar em branco, Karol G e Russ são dois artistas que viraram meus queridinhos, então se você gosta de pop latino e R&B, vale muito a pena conhecer o trabalho deles. E agora sim meu bem, você pode dar o play!


E aí, gostaram? Espero que sim! Me contem em quais músicas vocês estão viciados, talvez tenha alguns artistas novos que eu queira conhecer, pode ser música nacional, internacional, k-pop (amo!) sendo música e eu gostando, eu estou ouvindo haha. E por hoje é isso gente fofa. Beijos da Isa ❤️
  • Compartilhe: